8 mitos e verdades sobre a compra de um imóvel na planta

Comprar um imóvel na planta pode gerar muitas dúvidas, afinal, são muitas etapas que podem embaralhar a vida de quem está pensando em adquirir um. Além disso, existem muitos mitos em relação a esse processo que acabam assustando o comprador. Pensando nisso, decidimos mostrar 8 mitos e verdades que envolvem a compra de imóvel na planta e explicar todos eles.
  • Imóvel na planta é furada
Mito! Assim como em qualquer outro negócio, existem histórias de pessoas que não tiveram uma experiência positiva em relação a compra de imóvel na planta. São histórias de frustração, mas que não refletem a realidade do mercado atual.
Hoje, a compra de imóveis na planta, tornou-se algo tão comum que problemas desse tipo acontecerem são raro. Existe uma série de medidas preventivas que garantem a entrega das chaves do seu imóvel como o seguro de obra, que o comprador pode verificar se o empreendimento possui antes de fechar negócio, por isso, não se preocupe. Além disso, não só vale a pena comprar imóvel na planta pelas garantias, mas também pelas facilidades: Entrada parcelada, preço abaixo do mercado, melhor custo-benefício, entre outras
  • Imóvel na planta tem valor diferenciado
Verdade! Os imóveis na planta possuem melhores preços e condições de pagamento, isso porque o processo de vendas está sendo feito baseado em um projeto. Então o cliente pagará no imóvel um valor abaixo do que gira o mercado imobiliário.
  • Não é possível acompanhar as etapas/andamento da obra
Mito! Embora exista engenheiros e/ou arquitetos envolvidos e responsáveis pelo projeto, é importante que o comprador acompanhe o andamento e etapas do processo. Segundo a Lei 4591, de 16 de dezembro de 1964, o cliente tem permissão não só para verificar obras em andamento como conferir se os materiais estão sendo utilizados corretamente e se os prazos estão sendo respeitados. 
Se a construtora não seguir as normas e leis estabelecidas pelo Estado, pode ser obrigada a paralisar todas as obras em andamento. Isso, além de gerar um transtorno para os clientes, gera um um prejuízo enorme e, claro, possíveis ações na justiça.
  • Não é necessário fazer uma vistoria no imóvel 
Mito! Assim como acompanhar o andamento das obras é importante, fazer uma vistoria rigorosa no imóvel assim que as obras tiverem finalizado é essencial, afinal, é a realização de um sonho e precisa estar tudo de acordo com as especificações. Por isso, é nesse momento que o comprador irá verificar cada detalhe do imóvel, comparando com o que está sendo acordado na aquisição. 
Sabemos que são muito detalhes para estar atento: Materiais, instalações elétricas e hidráulicas, iluminação, paredes… Pensando nisso, nós elaboramos um checklist para você levar no dia da vistoria e não esquecer nada. Para saber mais  é só clicar aqui.

Firm handshake of contractor and head engineer

  • Pode haver atraso na entrega do imóvel
Verdade! Uma das verdades mais temidas por quem está adquirindo um imóvel na planta é essa: A obra do empreendimento pode atrasar, sim, afinal, imprevistos acontecem e é normal que o tempo para a construção se torne maior que o estimado. 
Porém, quando se trata de atraso na entrega do imóvel por problemas relacionados à obra, o comprador tem pleno direito de solicitar a rescisão contratual e receber 100% do que já foi pago à construtora, com valores atualizados, além da multa pelo descumprimento contratual.
Outro ponto que vale ressaltar é que o atraso na entrega das chaves pode ser relacionado aos trâmites burocráticos também, ou seja, o empreendimento pode estar pronto, mas não recebeu as licenças que formalizam a conclusão. Em ambos os casos, o mais recomendado é que o comprador procure órgãos de defesa do consumidor e não assine novos contratos com novas cláusulas como, por exemplo, contratos com novos prazos.
  • Não há rescisão de contrato
Mito! A rescisão de contrato de compra e venda poder ser exigida pelo comprador até o momento imediato anterior à entrega do imóvel e assinatura do financiamento. Caso a obra esteja com o prazo certo e desistência se dê por vontade exclusiva do comprador, a construtora terá direito de reter até 50% do valor já pago segundo jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ), de acordo com o tipo de incorporação que é feita. Já em caso de culpa do vendedor/construtora, a devolução do dinheiro das parcelas já pagas devem ser restituídas imediata e integralmente. 
Sendo assim, quando há culpa por parte do vendedor, o comprador receberá o valor total já investido e, quando a rescisão acontece por parte do comprador e sem motivo, há devolução de percentual, pois há custos ligados à administração da obra que precisam ser cobertos.
  • Há garantia em caso de problemas no imóvel
Verdade! Assim que as chaves são entregues, o prazo de garantia começa a valer. Segundo o  Código de Defesa do Consumidor (CDC), o morador tem 90 dias para reclamar de defeitos evidentes. Em caso de defeitos difíceis de perceber como infiltração, fiação elétrica ou rachaduras esse prazo começa a valer somente a partir do momento em que se torna evidente. O comprador deve comunicar à construtora por carta (com aviso de recebimento) a natureza e a origem do problema.
Em casos de vícios de construção, defeitos que comprometem a segurança do morador, o prazo para pedir indenização pelos danos sofridos é de 5 anos. Neste caso a construtora deve arcar com os defeitos e responderá se esses vícios causarem algum dano ao morador.
  • Devo saber a reputação da construtora
Verdade! Comprar um imóvel na planta exige atenção redobrada, o comprador precisa avaliar a construtora e ter certeza de que ela é de alta qualidade e confiança. Para isso, procure saber o histórico da empresa, se ela está estagnada ou em constante evolução, o valor por m² (pois ele está ligado ao valor de revenda e pós-venda) e converse com moradores de algum imóvel já construído por ela. Temos um artigo onde falamos como avaliar uma construtora passo a passo, clique aqui.
Esses são alguns pontos que cercam a compra de um imóvel na planta, esperamos que tenha te ajudado. Baixe nosso e-book e tenha um guia completo de como acertar na compra de um imóvel sem dor de cabeça.

Gostou das dicas? Separamos outros conteúdos que podem ser úteis para você:

FAÇA UM COMENTÁRIO